Feeds:
Posts
Comentários

Posts com Tag ‘Mulher: alma nua à luz da lua’

(para Patrícia Mc Quade)

minha namorada

chega a cara na rua

e sussurra

viva a república

e ninguém responde nada

minha namorada

olha cabisbaixa pro lado

e reclama

viva a ditadura

e ninguém responde nada

minha namorada

aparece pelada na janela

e grita

viva o anarquismo

e ninguém responde nada

minha namorada

dá três tiros pro alto

e suspira

viva o surrealismo

e ninguém responde nada

venhamos e convenhamos

essa minha namorada

não é de nada

                                     ou então não

                                     tudo ao contrário:

                                     todos dizem sim

                                     e tudo acaba

                                     numa imensa batucada

Leo Gonçalves

www.salamalandro.redezero.org

Read Full Post »

  

 

  

 

 

 

 

Foto divulgação: todas as mulheres de Chico Buarque

Esse desassossego feito maremoto

que assola, incorpora

quase e faz-me debater…

Sobrevem figuras que tento reter

e multifacetada me espelham.

………….

Difusa imagem fugidia

destes eus que me habitam…

Por entre circunstâncias

surgem surpreendem e assustam.

Escorregadia…

…………..

Sei-me uma e varias.

E outras tantas que tenho negado.

E no fundir as parcerias

descubro-as todas cúmplices…

Agentes deste eu multiplicado.

…………..

Parideiras de vida!

Escreventes da minha história.

Sou todas e não alguma…

Resultado único de trajetória

una. Sou uma!

…………..

Descubro-me benevolente

com idade suficiente

pra dispensar definições

e aceitar mutações.

………..

Rosany Costa ©

http://www.rosanycosta.com.br/

Read Full Post »

 

Quadro inspirado em Klimt

www.ancoraseasas.blogspot.com
www.arteanaluisakaminski.blogspot.com

Read Full Post »

 

www.ancoraseasas.blogspot.com
www.arteanaluisakaminski.blogspot.com

Read Full Post »

Nas horas claras
calmas e cálidas
no sol e no vento
nas flores, na lua
vejo a energia divina
atravessando janelas
na alma feminina
o mundo vira música
doçura em aquarelas
suavidade e cor…

Texto e tela de  Ana Luisa Kaminski

Que desenvolve um lindo trabalho em pintura. Para saber mais do seu trabalho:

www.ancoraseasas.blogspot.com
www.arteanaluisakaminski.blogspot.com

Read Full Post »

Rendeira: imagem retirada do google, sem menção à autoria

Caminhantes mulheres

cravejados brilhantes
que enlaçam versos
e conversam

com suas sendas
teço nas mãos palavras
que me desbordem poemas

 

Carmen Silvia Presotto

http://vidraguas.com.br/wordpress/ 

Read Full Post »

De manhã cedo essa senhora se conforma
Bota a mesa, tira o pó, lava a roupa, seca os olhos
Ah. como essa santa não se esquece de pedir pelas mulheres
Pelos filhos, pelo pão
Depois sorri, meio sem graça
E abraça aquele homem, aquele mundo
Que a faz assim, feliz
De tardezinha essas menina se namora
Se enfeita se decora, sabe tudo, não faz mal
Ah, como essa coisa é tão bonita
Ser cantora, ser artista
Isso tudo é muito bom
E chora tanto de prazer e de agonia
De algum dia qualquer dia
Entender de ser feliz
De madrugada essa mulher faz tanto estrago
Tira a roupa, faz a cama, vira a mesa, seca o bar
Ah, como essa louca se esquece
Quanto os homens enlouquece
Nessa boca, nesse chão
Depois parece que acha graça
E agradece ao destino aquilo tudo
Que a faz tão infeliz
Essa menina, essa mulher, essa senhora
Em que esbarro toda hora
No espelho casual
É feita de sombra e tanta luz
De tanta lama e tanta cruz
Que acha tudo natural.

(de Joyce e Ana Terra)

Read Full Post »

Read Full Post »

Mulher dançando sua alegria, de Pedro Charters d'Azevedo

Ser mulher, vir à luz trazendo a alma talhada
para os gozos da vida; a liberdade e o amor;
tentar da glória a etérea e altívola escalada,
na eterna aspiração de um sonho superior…

Ser mulher, desejar outra alma pura e alada
para poder, com ela, o infinito transpor;
sentir a vida triste, insípida, isolada,
buscar um companheiro e encontrar um senhor…

Ser mulher, calcular todo o infinito curto
para a larga expansão do desejado surto,
no ascenso espiritual aos perfeitos ideais…

Ser mulher, e, oh! atroz, tantálica tristeza!
ficar na vida qual uma águia inerte, presa
nos pesados grilhões dos preceitos sociais!

 

Gilka Machado

Read Full Post »

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.